🇺🇸 AmarSemfim sailboat / 🇧🇷 veleiro amarsemfim

🇺🇸 Jeremiah 31:3 / 🇧🇷 Jeremias 31:3

Amar Sem Fim x Argentina x Homeschooling – Mais VITÓRIAS!

12 Comentários

Amanhã (01 de Junho de 2013) completamos 3 meses a bordo do AmarSemFIm. Mais um mês dentre tantos outros q ainda virão… Estamos atracados na Argentina já faz pouquinho mais de 1 mês… e aqui estamos vivendo! O tempo está gelado, já tivemos febre, gaganta inflamada, resfriados e crises de sinusite… Mas nada tira a alegria de poder viver e experimentar tudo o q Deus tem nos dado, e por tudo q tem nos feito passar. Nada passa desapercebido… Seu olhar está sobre tudo, sobre todos nós, sobre cada detalhe.

Muito me chateava não poder postar sobre o Homeschooling (ensino doméstico). Primeiro por não ser reconhecido como atividade legal no Brasil, e segundo q, por ser ilegal, jamais tinha me ocorrido q pudesse haver um livro (tão arrojado) q pudesse me orientar sobre tudo isso, a ponto de me fazer sentir segura para postar sobre o tema. A realidade é q aquelas fotos q tiramos em fevereiro, qdo as caixas da Calvert School chegaram lá na Ilha (Ilhabela)… aquelas fotos marcaram o começo de mta coisa nova.

A questão da viagem e da mudança toda, a maioria sabe q não partiu de mim… A maioria sabe q a resistência não partiu das crianças… A maioria sabe do q passou no coração e cabeço do Ric… Alguns detalhes, no entanto, ficam guardados pra nós q os vivemos. Não pq sejam sigilosos, mas pq não tivemos a oportunidade muitas vezes de nem ao menos pararmos pra entende-los. Com a correria do dia a dia, a venda da casa, a organização da viagem q fizemos em dezembro, a saída do trabalho, os documentos das crianças para as transferencias de escola, etc… e toda a ideia da mudança implicou na fato de q não tive tempo nem oportunidade para me organizar de forma q pudesse me informar sobre o q realmente é o homeschooling. Ou seja, qdo aquelas caixas caíram no meu colo… respirei fundo e pensei “Vou fazer o q sempre fiz… vou dar aulas. Só q meus alunos serão os meus filhos…” e, sem experiência alguma nem conhecimento algum sobre a transformação q o homeschooling realmente propõe, passei os demais dias, semanas e meses lutando para trazer a escola pra dentro de casa.

A questão é q a proposta de homeschooling sugere q haja uma transformação na sua forma de ver o sistema de educação todo. Agora, imagine você, como tirar de um sistema uma pessoa q vivia o sistema? Durante todo este tempo, fiquei batalhando e me estressando, estressando as crianças etc… pq não conseguia cumprir com o conteúdo proposto para o dia… NEM UMA VEZ, SEQUER!!! Estava MEGA atrasada com o planejamento e não conseguia fazer com q as crianças “andassem”. “Frustração” era a palavra q me rodeava!! “Sou professora, como não consigo fazer dar certo?”. Já ouvi (e li) muitos comentários do tipo “Homeschooling não é pra qualquer um” e isso me deixava mais incomodada ainda. “Se não for pra uma mãe, professora… vai ser pra quem, oras?!”.

Enfim, chegando na Argentina, tinha a esperança de conseguir implantar um pouco mais de ordem e rotina, uma vez q isso era impossível durante as travessias, viagens ou curtas estadas (como em Punta del Este – onde tínhamos q escolher entre 2 ou 3 dias para conhecer o lugar e a cultura, mesmo q brevemente… ou estudar). Ilusão mais uma vez. A rotina foi, sim, estipulada… Mas era uma tortura para todos nós!!! Eu acordava todos os dias as 6:15, e tentava despertar as crianças… q demoravam pra levantar – CLARO! Depois de beijos de bom dia, abraços, higiene e café da manhã, conseguiamos começar as aulas (por volta das 8:00). Estudávamos até as 10:30. Fazíamos um intervalo de 1/2 hora. Recomeçávamos as 11:00 e não parávamos até as 13:00 ou 13:30. Acreditem, ainda NÃO dava pra terminar o conteúdo. Fiquei ainda mais frustrada!

Enquanto isso, íamos vivendo… conhecendo pessoas e lugares. Estreitando os laços q já tínhamos estabelecido com os amigos argentinos do club (velejadores), e com a família de Cristo. E foi na Igreja Presbiteriana de San Andrés q conheci Camila. Camila foi “host mother” do meu irmão, Tito, qdo ele esteve na Argentina para um programa de intercâmbio entre igrejas, chamado EIXO (no Brasil – EJE na Argentina).  Tito, então, me indicou essa igreja e me deu o contato da Camila (uma pessoa maravilhosa!!!)

Pra resumir um pouco a “saga”… Camila nos apresentou Silvina (esposa, mãe de 4 crianças de 11 a 4 anos – Homeschooler), e fomos a casa de Silvi para pedir orientação – uma vez q ela é homeschooler há mais de 7 anos. Apesar da frustração, eu sabia q o fato de eu ser novata tinha grande peso no meu “insucesso”. Silvi nos orientou sobre dividir responsabilidades (crianças e eu – de rotina e de estudo). Foi uma tarde sublime… um verdadeiro divisor de águas. Pouco tempo depois, participamos de um encontro q envolveu várias famílias argentinas de homeschoolers em um museu, para estudar sobre a história da Argentina (pq em breve se daria a celebração de 25 de maio – q é mto importante e celebrada com vigor!). Neste encontro conheci outras mães q praticam o homeschooling e até o unschooling! Mais uma oportunidade marcante. E ontem, tbm tive o privilégio de poder me encontrar com uma nova amiga, Heather Lynn, americana, mãe de 2 meninas, e q faz o unschooling. Tudo junto, além do fato de estarmos morando na Argentina, serviu para nos mostrar q Deus estava cuidando de mim, de nós… e q nossa escolha  estava de acordo com a Sua.

Na casa de Silvi aquele dia, enquanto conversávamos, ela me perguntou qtos livros eu já tinha lido sobre homeschooling e quais eram. A pergunta me causou tanta surpresa q demorou pra q eu mesma entendesse a razão do meu espanto. A coisa no Brasil é ilegal. Sendo ilegal, jamais imaginei q poderia haver um livro tão arrojado e audacioso, q pudesse informar sobre o q é homeschooling… O máximo q eu tinha feito era me inscrever em algumas páginas do FB q tratassem do assunto. A verdade é q a proposta do homeschooling, não é para trazer a escola pra dentro de casa!!! Vendo as revistas q Silvi me emprestou, e o livros (em sua maioria de conteúdo e fundamentos cristãos), pude observar q as crianças estudavam debaixo da escada, por exemplo, ou jogadas no sofá, trepadas em árvores… E ESTAVAM APRENDENDO!!! Estavam progredindo… estavam andando! Enquanto as minhas, q ouviam durante toda a manhã, a frase “Sit Straight!!!!” (sente-se diretio – indicando para ter uma postura adequada de estudo) estavam tão frustradas qto eu, ou mais!!!

Homeschooling exigiu de mim uma reprogramação de valores educacionais, involvendo conceitos de família e de educação de forma mto intensa, linda e… libertadora! Hj, João e Maria acordam a hora q desejam, pq sabem o q têm de fazer. Sabem q têm q arrumar as camas, trocar de roupa, escovar dentes e cabelos, tomar café e ler a bíblia, para depois começarmos os estudos!!! Sabem q podem estudar geografia, historia e ciências fora do barco. Sabem q podem estudar leitura em seus quartos. Enfim… têm seus cantos de estudo, têm suas tarefas estipuladas, seus conteúdos também.. e têm a direção de como querem conduzir seus estudos, pq sempre deixo uma folha sobre os meus manuais de curso e de matemática, com o nome da cada um e a lista de o q fazer, como e onde fazer, e qto tempo levar em cada matéria… E têm a mim a sua disposição para esclarecer o q não entendem, explicar algo novo, ou simplesmente estar do lado deles… e apoiá-los Mas sabem tbm q se não o fizerem, vão acumular conteúdo pro fim de semana. Ao deixar parte da responsabilidade nas mãos deles, demos a eles a chance de praticarem uma nova forma de agir! E têm sido vitoriosos! Todo o conteúdo do dia tem sido trabalhado de maneira inteira, da forma sugerida e esperada… pq se sentem motivados e com liberdade para fazer escolhas. Muitas vezes faço adaptações, claro… mesmo pq tem perfis diferentes de estudo. Aplicar os conceitos de homeschooling é inovador, gratificante e libertador!!! Trazer a ele, conceitos de unschooling é fabuloso e muito interessante… extremamente motivador!!! Trazer conceitos tradicionais tbm o são, e é muito edificante.

EU sei em q cada um dos meus filhos se sai bem e onde têm dificuldades. EU sei q posso aplicar esta ou aquela atividade desta ou daquela forma, pois tenho acompanhado todo o seu desenvolvimento. EU sei o q se passa na cabecinha deles… EU tenho a possibildade de incutir conceitos de vida, e de vida em Cristo enquanto estamos juntos!!!

EU… eu só quero a agradecer a Deus por me cercar de pessoas tão seguras e informadas… e prestativas e amorosas. EU… eu quero q agradecer a Deus por ter me dado minha PRIMEIRA SEMANA de sucesso (essa semana) como homeschooler!!! Pois Ele tem capacitado a mim e as crianças para terminarmos todas as aulas… completas (bem como ao Ric, pq ele tbm é grande responsável para fazer com q isso dê certo)!!!

Hoje um pouco mais cedo, ouvia sobre a experiência de uma pessoa q está viajando o mundo de forma diferente… verdadeira aventura e realmente incrível… MAS pra mim, hj… sabe o q é incrível??? Deus ter nos dado esta vitória!!!

Somente a Deus toda a Glória!!!
#AmarSemFim (Helena)

ImageImageImage

Autor: helenayoshima

Tripulante da embarcação "Veleiro Amar Sem Fim"

12 pensamentos sobre “Amar Sem Fim x Argentina x Homeschooling – Mais VITÓRIAS!

  1. Querida Helena,
    É muito gratificante e emocionante, ver e sentir, o progresso que vcs estão tendo no caminhar da vida, pois a cada dia estamos aprendendo e consequentemente progredindo. Veja tendo que ensinar e educar seus filhos, vcs estão também aprendendo, e esse ensinamento somente acontece para as pessoas inteligentes e audaciosas, pois a acomodação emburrece a pessoa. Continue na sua busca, pois com certeza absoluta vc terá o êxito almejado. O Grande Arquiteto do Universo, está sempre do lado das pessoas do bem. Parabéns pelo entendimento que vc teve e um grande beijo para todos, principalmente nos meus sobrinhos.
    Stephan

  2. Aos navegadores de fé,
    Parabéns por mais essa vitória.
    Que Deus continue falando fundo ao coração de vocês e derramando sabedoria para todos os desafios.
    Que vocês consigam descansar sabendo que os estudos, as novas experiências, os novos amigos, os novos desafios, ventos, ondas, mares etc., TUDO E TODOS estão debaixo da soberania, graça e misericórdia do nosso Deus.

    Esse é o dia que o Senhor fez, por isso, nos alegremos.

    Grande beijo e bons ventos!

    Soninha

    • Querida, Soninha!!!
      Minha personalidade tende a querer ter controle sobre tudo… é duro, sabe? rs
      Mas Ele, pacientemente e aos poucos, vai me ensinando a descansar… É inevitável, Seus planos SÃO verdadeiramente muito melhor do q os nossos… e só Ele é capaz de nos dar mto além do q pedimos ou pensamos. Deus é mto bom!
      Obrigada pelo carinho de sempre… isso alegra mto meu coração.
      Saudades de vcs ❤

  3. Helena, que relato lindo! Acho que a descoberta pela qual você está passando, e pela qual eu tb estou, é extremamente libertadora. Hoje comparitlho com algumas mães a experiência de ensinar os filhos em casa e muitas vezes me identifico com seu desespero de não conseguir fazer funcionar uma “escola doméstica”. Faz algum tempo que percebi, intuitivamente, que não devia ser assim (na verdade a partir de algumas leituas a respeito de unschooling), e que o ponto forte de homeschooling é justamente resgatar o prazer do processo ensino-aprendizado que se perdeu na institucionalização do saber. Ainda sofro um pouco, principalmente com a questão do tempo, mas tenho encontrado o caminho deixando que meus filhos encontrem seu próprio caminho, e isso tem sido maravilhoso para todos nós. Obrigada por partilhar de forma tão franca e bonita sua experiência.

    • Q bom, Luciana… é isso mesmo!!!
      Pois é… vivendo e aprendendo, sempreeee!!!
      Mas isso não é uma maravilha… poder aprender e crescer? Tô achando o máximoooo! rs
      Vamo q vamo!!! 🙂

      • Helena, obrigado pela tua generosidade. Reproduzo abaixo um convite que recebi da Aned, e seria bom se você pudesse encaminhá-lo aos seus contatos:

        Um convite à família:

        Será realizada, no dia 12/06/2013, uma Quarta-feira, no Plenário 3 da Câmara dos Deputados, em Brasília, às 14:00h, a primeira Audiência Pública sobre Educação Domiciliar no Brasil.

        A Audiência é um evento da Câmara, solicitado pela ANED e terá a participação de parlamentares, autoridades, imprensa e, principalmente, da sociedade civil, da família brasileira.

        Lá, estaremos debatendo, de forma justa, a Educação Domiciliar no Brasil, esclarecendo o que significa, de fato, educar em casa, além de abordar os aspectos jurídico-legais sobre esse tema.

        Esse evento é aberto ao público e você, que faz Educação Domiciliar ou apóia o movimento, está convidado.

        Esse é mais um importante passo rumo à liberdade de poder optar por essa modalidade de ensino, pois está tramitando na Câmara, o Projeto de Lei 3.179, do Deputado Federal Lincoln Portela, que prevê a regulamentação legal dessa modalidade de ensino.

        Se puder ir, não perca essa oportunidade! Estamos lutando pelas famílias. Aquelas que já estão praticando a Educação Domiciliar e sofrendo perseguições. E aquelas que querem praticar, insatisfeitas com o péssimo padrão moral e a baixíssima qualidade de educação das escolas brasileiras.

        Vamos mostrar nossa cara e pedir aquilo que é justo: o nosso direito de escolha!

        Um forte abraço,

        ANED РAssocia̤̣o Nacional de Educa̤̣o Domiciliar

  4. Pingback: Muito Interessante: Experiência de família brasileira homeschooler na Argentina | Clipping de Educação Domiciliar

  5. Prezada Helena

    Seu compartilhar é muito interessante e encorajador para muitas famílias no Brasil. Reproduzimos sua postagem no Blog de notícias sobre educação domiciliar: http://edclip.wordpress.com/2013/06/02/muito-interessante-experiencia-de-familia-brasileira-homeschooler-na-argentina/

    Se desejar, posso retirar a postagem do blog da edclip.wordpress.com

    Você mencionou um livro. Pode informar o título?

    Abraços, e que o Senhor continue a abençoá-los nesta jornada.

    • Olá, Dirceu. Boa noite!

      Não há problemas em manter a postagem no blog da “edclip”. Nossa intenção é compartilhar o q temos vivido, experimentado e aprendido… sempre pensando em como tbm edificar a vida de outras famílias.

      O livro q leio no momento chama-se “A Survival Guide to Home Schooling” (Luanne Shackelford & Susan White). Ele não é um material novo. Mas no meu caso, em q estou tendo meu primeiro contato com HS e sem mto preparo, está sendo muito bom!

      Na fila, tenho tbm “Beyond Survival” (Diana Waring) – mas sobre este ainda não tenho o q postar, sendo q ainda não o li.

      Estamos a disposição. Abraços.

  6. Olá! Gostaria de entrar em contato contigo, mas não vi e-mail disponível para contato. Se possível, envie para o meu e-mail: rachel.educaemcasa@gmail.com
    Agradeço desde já e que Deus continue guiando e abençoando seu lar. Abraços!

  7. Oi, pessoal!!! Me deu um calafrio por todo corpo só de emoção de poder escrever a vocês, imaginar vocês aí no barco! Estamos aqui em Canoas/RS, e temos um barco ali no CDJ, Clube dos Jangadeiros! Considerem passar por ali um pouco!? Pleeeease? Eu li vagamente os comentários e relato sobre o home school, não li tudo, pois vou correr para o Clube agorinha, mas quero dizer que acho que a coisa tem de se dar sim com disciplina, mas com muita flexibilidade e sensibilidade. E poderiam ver sobre sistemas alternativos, sei que a França tem leis e longa experiência nisso. Não fiquem tristes com algo aqui ou ali não atingido como objetivo escolar, pois a maior escola é a vida que estão se dando, é o tempo e as experiências agindo e se acumulando, é a abertura que as crianças terão para o resto da vida, é o fato de que para elas não haverão fronteiras no mundo e que poderão ter irmãos no mundo todo! Na escuta sempre. Por algum contato, meu email é o freitas138@gmail.com e o meu celular é 55 51 97912685, e tô em terra mas com o coração com vocês! Fé. energia! e tudo de mágico a vocês! Onde estão agorinha? Estou saindo para reconhecer de carro os portos do Uruguai e da Argentina, agorinha dia 17, e vou até Bahia Blanca! Me digam algo por email e tento visitar vocês em Buenos Aires ou onde estiverem, se for ao meu alcance. Dia 21 estou indo de Buenos Aires a Mar del Plata, e dia 22 a Bahia Blanca, onde darei curso e palestras toda semana. Durmo em Buenos Aires na volta, dia 28 noitinha. Grande abraço. Henrique Freitas, professor da Escola de Adm. da Ufrgs.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s