🇺🇸 AmarSemfim sailboat / 🇧🇷 veleiro amarsemfim

🇺🇸 Jeremiah 31:3 / 🇧🇷 Jeremias 31:3

1 ano de Amar Sem Fim (celebrando!)

Deixe um comentário

Há um ano atrás, completando esta semana, Ric tinha saído para fazer mais uma viagem. Desta vez não era uma viagem de trabalho… tampouco de lazer. Não era turismo… mas era uma aventura. Ou melhor, viria a ser…

Até então, nossa “casa” nunca tinha sido vista pessoalmente. Foi tudo um lance meio bizarro, se ignorarmos o fato da soberania de Deus! Ric achou o barco na internet, já conhecia sua história, nos mostrou… oramos… trocou mensagens com o dono… fez depósito tipo caução… e esperou para poder ir lá buscar… lá em Angra – RJ. “Arriscado!” muitos diriam. Embora poucos tenham se arriscado a dizer, sei que muitos pensaram assim… Sei, porque eu cheguei a pensar assim, também… até lembrar de quem é que vai a nossa frente!!!

Tivemos, na época, um pouco de dificuldade para agendar uma data para a “retirada” da casa… Afinal, precisávamos traze-la para Ilhabela – SP. Depois de alguns ajustes com relação ao dia, horários e locais, Ric partiu: “Tô indo buscar a nossa casa” ele me disse… e repetia sempre que nos falávamos.

Não foi uma viagem rápida! O procedimento burocrático e alguns pequenos outros detalhes (todos submetidos a Sua vontade perfeita) fez com que ela fosse trabalhosa, detalhada, e exigisse de nós uma certa dose de paciência e sangue de barata. Nada como um suspense!

Pagamento feito! De um lado, o dinheiro na mão. Do outro, o documento do barco/casa. Restava agora se cumprir o restante do combinado. Ric e seu amigo (e irmão de fé) seriam acompanhados até Ilhabela, uma vez q nunca haviam navegado uma embarcação como aquela – muito menos velejado – e sozinhos. MAS… isso nunca aconteceu! Infelizmente esta parte do combinado não se cumpriu. E agora???

Lembro-me da minha mãe enviando-me uma mensagem logo cedo naquele mesmo dia… um trecho da Bíblia – como de costume. Um trecho q tinha lido em seu devocional. No meio da agitação e até insegurança e incerteza, recebi: “Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça” (Isaias 41:10). Mas que Deus, hein??? Assim diria meu Pastor, e assim aprendi a ver meu PAI agindo nos “detalhes” das nossas vidas. Ainda sem saber muito bem o que se passava, encaminhei a mensagem ao Ric imediatamente após ter recebido e lido. Aos poucos (como quem ouve alguém contar: “O gato subiu no telhado“), descobri q Ric havia decidido trazer o barco sozinho… ele e seu amigo, que o tinha acompanhado. Sozinhos e sem experiência alguma. Bem, sozinhos não estavam, não é mesmo? ELE mesmo nos disse q nos  fortaleceria, ajudaria, sustentaria… seria conosco… Quê medo pode prevalecer diante de tamanha promessa????

Se tem alguma coisa que admiro em meu marido é sua força de vontade! Admiro seus talentos e habilidades. Admiro a capacidade que tem de transformar um problema em algo que “tem solução, sim” e muitas vezes tão simples… sua capacidade de agir e reagir sem se perder em si mesmo ou em seus medos… Admiro sua força! Ok, ok… Continuando… (rsrsrs)

Ainda bem que naquela época eu nem sabia direito o que era a “Ponta da Joatinga”!!!! Então, pensei que não deveria haver algo melhor para o Ric do que aquela situação. Conhecendo-o, sabíamos que seria “a coisa a ser feita”, e que ele seria a pessoa certa a faze-la! Conhecendo-o, sabíamos q nada seria mais precioso e desafiador par ele do que trazer ele mesmo (sob SUA poderosa mão) nossa casa para Ilhabela… para nós!

Incrível!!! Uma viagem que demoraria em média 10 horas, acabou levando 13 ou 14. Saíram de Angra por volta das 13:00 e chegaram a Ilhabela por volta das 3:00am. QUE AVENTURA!!!!! Amar Sem Fim estava em casa, finalmente! Claro q Ric só nos deixou ver nossa casa depois de dias de arrumação e limpeza. “Não quero que você o veja assim. Vou cuidar dele direitinho (junto com seu grande amigo) e então, trago todos vocês pra conhecerem nossa nova casa.” ele me dizia. Tanto zelo!!! (Te amo, Ric)

Certamente, ele fará um post contando suas impressões sobre isso tudo; talvez conte detalhes mais técnicos, como o lance da traquitana, mais precisos como horários e dias… Enfim, o meu lado da história é este… A primeira aventura do Amar Sem Fim foi trazê-lo pra casa!

Image

Quando Ric o viu pela primeira vez!



Image

A bordo… pela primeira vez!

Image

Antes de  se tornar AmarSemFim

Image

Visto a distancia (Ihabela-SP)

Autor: helenayoshima

Tripulante da embarcação "Veleiro Amar Sem Fim"

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s