🇺🇸 AmarSemfim sailboat / 🇧🇷 veleiro amarsemfim

🇺🇸 Jeremiah 31:3 / 🇧🇷 Jeremias 31:3

“A Reforma” (em nosso Homeschooling)

Deixe um comentário

Dentre os temas sobre os quais não me canso de falar, está, sem dúvida o da Educação… em suas variadas e diferentes formas. Educação formal, informal, de base, ensino em geral… e sem dúvida, reservo grande espaço para as nossas descobertas, como família, do que entendemos como Homeschooling e de como o vemos e vivemos.

Temos tido diferentes experiências no campo do homeschooling e isso, no início, frustrou-me um pouco. Em posts anteriores relatei algumas dificuldades na fase inicial… Hoje, um pouco mais confiante e com mais afinidade com a prática, sinto-me um pouco mais segura até, para falar de erros e acertos.

Encontrei-me em uma situação, hoje, onde aconselhava uma homeschooler a “relaxar”… também lhe disse que o homeschooling não caiu de paraquedas na vida daquela família (ou algo assim)… Antes de pressionar a tecla “return” (ou “enter”), li para o meu marido o que havia escrito, para que ele pudesse me dizer o que achava, antes mesmo de finalizar o processo de envio. Ele me disse algo que já o ouvi dizendo outras vezes e com o que sempre concordei, algo do tipo “é bem interessante o quanto aprendemos quando nos dedicamos a ajudar o próximo… falamos algo para as pessoas, mas é algo que serve perfeitamente para edificar também a nós mesmos…

Realmente uma das palavras chaves… de peso… mais marcantes… que ouvi nesta minha breve relação com o HS até o momento foi “RELAX!“. Palavrinha libertadora!!!! MAS q não tem absolutamente nada a ver com desleixo ou negligência… e sim com o respeito que se pode ter pela sua família com relação ao perfil e ritmo de cada um… inclusive (e talvez até “principalmente”) com o seu próprio. Vivi isto de forma maravilhosa hoje e relato a ocasião mais abaixo.

Outra questão que envolve nosso “despreparo”, medo, sentimento de insegurança, etc, é a reveladora noção de que o HS jamais entra na vida de uma pessoa sem que Deus o tenha colocado de alguma forma no coração do homeschooler, primeiramente. No meu caso, ainda ouso dizer que Ele plantou a semente e ela brotou quase de imediato, uma vez que o tempo que levamos para refletir sobre tudo que o envolvia não passou de uma semana. Acho até que por conta disso, tenhamos tido um início mais turbulento do que o que pode se esperar. Mas isso não vem ao caso, agora. É importante lembrar que Deus está a frente de cada um dos nossos planos e passos, e que trabalha tanto em nosso querer como em nosso efetuar. Então é aí, neste momento, que encontramos paz para “relaxar” e entender que nada do que Ele faz pode ser frustrado… por mais que leve tempo e que precisemos ser moldados, etc, Deus está a frente do meu planejamento semanal, e eu posso relaxar. Sempre lembrando, no entanto, de fazermos tudo como se fosse para o Senhor, como se Ele estivesse diante de nós, com excelência e dando nosso melhor.

Trabalhei esta questão especifica com meu filho mais velho (10 anos) hoje. Andava meio desanimado e sem interesse… Mas não era sempre. As vezes acordava muito disposto, fazia trabalhos, apresentações orais, estudos e redações marcantes, mas outras vezes as aulas pareciam se arrastar pelo dia todo… e via com certa freqüência um ar de “muxoxo” em seu rostinho. Hoje, já cansada da atitude (porque afinal de contas também sou humana), apelei para a “diretoria”, e fui falar com meu marido sobre o lance. Enquanto conversavam tive também a chance de mostrar para meu filho a oportunidade que Deus lhe havia dado, relembrando-o das mudanças tantas que ocorreram em nossa vidas nos últimos meses. Mostrei a ele a importância de levarmos a sério nosso trabalho / estudo e de que o que quer que façamos, deve ser feito para glorificar o nome de Deus… MAS havia algo dentro de mim dizia-me que eu também poderia ajudar de alguma outra forma e, quando ele voltou a sala, começamos a conversar novamente. Uma pergunta aqui, outra ali, respostas sinceras e a participação da irmã – bem como a do pai –  mostraram-me q poderíamos fazer algumas alterações na rotina de modo que tudo se tornasse mais agradável a todos… uma reforma no nosso HS. Problema resolvido!!! Mudamos, pela segunda vez, nosso estilo e maneira de trabalhar. O resultado foi um filho leve, menos áspero nas respostas, mais tolerante… além de um clima mais saudável dentro de casa…

É isso que queria compartilhar agora. HS não é e nunca vai ser uma ciência exata… justamente porque é extremamente subjetivo e flexível! E graças a Deus por isso!!!! Também sou muito grata por ter tido a benção de ver com sensibilidade a situação e de perceber que a mudança poderia também e principalmente começar em mim.

A ideia final é de que não devemos nos cobrar tanto… não devemos nos desesperar. Tudo tem seu tempo e seu propósito. Fiquemos firmes nEle!!! Mas estejamos sempre atentos e de olhos abertos para que não percamos a chance de fazer a diferença… nem que seja apenas dentro de casa, na nossa família1

Termino com um relato sobre algo que vivi com minha filha no fim da semana passada, que já foi publicado anteriormente na minha página pessoal do FB, mas que acho que pode trazer-nos uma linda perspectiva…

Que experiência linda tive c/ a Marii Mariimarii no fim da semana passada….

No meio da tarde, com enxaqueca, me retirei da sala e me dirigi a cabine, buscando silêncio e quietude, e onde me deitei com as luzes apagadas.

Alguns minutos mais tarde, Mari aparece perguntando se eu gostaria que ela lesse algo para mim, para que me sentisse melhor! 

A verdade é q isso era a última coisa q eu queria no momento… MAS, entendi o qto aquilo poderia significar para ela…. E para nós!

Ela então, acabou indo buscar nossa Bíblia sagrada ilustrada, e leu a história da Torre de Babel para mim.

Que gracinha foi poder sentir seu zelo e cuidado, lendo o texto com voz branda, apoiada em uma almofada ao meu lado…

Atribuo um pouco disso ao Homeschooling, q fez renascer alguns momentos em família q a rotina antiga nos havia sutilmente “obrigado” a deixar de lado. 

Desde q começamos com o Homeschooling, retomamos nossos cultinhos domésticos , nossas orações, em conjunto, e leituras da Bíblia e de outros livros… 

Sempre lemos a Palavra, depois alguns capítulos de algum livro em inglês (para terem ainda mais contato com a língua) e em seguida lemos algo em espanhol (para prática) ou francês (pra introdução)… Gastamos fácil, mais de 1 hora neste momento em familia, ao fim do dia… 

E quer saber de uma coisa? NÃO TROCO ISTO POR NADA!!!

#ThankYouLORD
#AmarSemFim #AmarSemFimKidsAdventure
#LoveMyFamily

Autor: helenayoshima

Tripulante da embarcação "Veleiro Amar Sem Fim"

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s