Veleiro Amar Sem Fim

Há muito que o Senhor me apareceu, dizendo: Porquanto com amor eterno te amei, por isso com benignidade te atraí. Jeremias 31:3

Mas e o resto da Bahia?

Deixe um comentário

Quanto ao restante da nossa estada na Bahia, não quero que nos julguem por termos passado rapidamente pelos locais quepassamos depois

que deixamos Porto Seguro, mas que entendam nossa agenda, por assim dizer.

Tínhamos uma regata (competição de barcos a vela) nos esperando em Aratu / Maragogipe… Na Bahia de Todos os Santos. 

E
isto fez com que vivêssemos e enfrentássemos a pior situação pela qual se pode passar: Datas (ou “prazos”). É aí, nesta situação, que está justamente o que nos põe em risco. Porque por conta de datas e prazos, pessoas deixam de ser prudentes e se arriscam… E já vimos issoacontecer de perto (e com um final nada feliz).

Para chegar a Bahia de Todos os Santos precisávamos passar rapidamente por Camamú e Morro de São Paulo… Além de parar em Salvador. Entendam que quando digo rapidamente, é exatamente isso que quero dizer. Sem exageros, nem floreios.

De pirajá em pirajá, fomos velejando e navegando e, assim, chegando a Salvador. Havia aviso de mar grosso e resta para toda a região, mas como as pernas eram curtas (a o tempo se acabava) decidimos encarar a situação.

Conforme postamos no facebook, a chegada a Salvador foi terrível e temível. Seguramente nossa pior situação no mar. Apesar de curta, a viagem de Morro de São Paulo a Salvador foi tensa e intensa, e foi isso que nos fez ficar e descansar em Salvador por alguns dias, ao invés de seguir viagem até Aratu, algumas horinhas à frente (dentro da bahia). Quando chegamos ao TENAB, vimos, amarrado bem ali, o veleiro Pangeia, do querido amigo Beto. Foi uma alegria imensa encontrá-lo ali; e pudemos ser vizinhos por alguns dias.

Em Aratú corremos nossa primeira regata até Maragogipe. Mas em uma manobra durante a competição, precisamos ligar os motores por questões de segurança, e isso desclassifica o competidor… Dessa forma, assim que cruzamos a linha de chegada (porque decidíramos que a terminaríamos mesmo assim), cientes do que isso acarretaria, comunicamos com respeito e conscientemente o fato a CR e fomos oficialmente desclassificados.

Em Camamú e Morro de São Paulo passamos apenas breves noites de descanso… E talvez um dia… E em Salvador, acho que devemos ter chegado a ficar um total de 1 semana… Ou algo assim.

Como disse foi breve e rápido. Salvador não nos encantou, infelizmente, e em seguida já partimos para Recife PE, juntamente com o veleiro do Beto, o Pangeia.

   
    
 

Anúncios

Autor: helenayoshima

Tripulante da embarcação "Veleiro Amar Sem Fim"

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s